Um dos melhores serviços de cartão de crédito do país, agora também vai oferecer serviço de conta corrente, o NuConta. O Nubank é lindo! Veja a matéria do Tecnoblog.

Finalmente: quatro anos depois de iniciar suas operações no país, o Nubank está se tornando um banco. A empresa anunciou nesta terça-feira (24) que passará a oferecer a NuConta, um serviço de conta digital, em complemento aos cartões de crédito que já emite.

“Com cartão de crédito só conseguimos mudar uma pequena porcentagem dos problemas financeiros no Brasil”, diz David Vélez, CEO do Nubank. Segundo ele, mais de 60 milhões de brasileiros ainda não têm uma conta bancária. Com o novo produto, a empresa quer atingir até 100% da população do país no médio prazo.

A ideia da NuConta é descomplicar os processos de abertura de conta, transferências de recursos e investimentos. Quem já possui um cartão de crédito do Nubank precisará apenas de um toque e “menos de dez segundos” para abrir sua conta, de acordo com a empresa. O código do banco é 260, como o Tecnoblog adiantou com exclusividade na semana passada.

As transferências de recursos poderão ser feitas em tempo real entre os clientes da NuConta, de forma ilimitada e sem custos; elas serão facilitadas por meio de um QR Code no aplicativo do Nubank. TEDs para outros bancos também serão gratuitas. Além disso, o dinheiro depositado na conta digital renderá todo dia útil, com uma taxa “bem maior do que a poupança e a maioria das opções de CDBs presentes no mercado”.

Há algumas ausências importantes, no entanto. Inicialmente, não será possível fazer agendamentos de transferências ou pagamento de boletos. Também não há como sacar o dinheiro por meio de cartão de débito em um caixa eletrônico (!), porque “não é garantido que as pessoas realmente precisam disso”, segundo Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank. Os saques pelo cartão de crédito continuam disponíveis, de acordo com o limite aprovado.

Por isso, a NuConta não é literalmente uma “conta corrente”, mas uma “conta de pagamento”. A fintech explica: “De acordo com a regulação vigente do Banco Central, para essa modalidade, o dinheiro depositado fica separado do patrimônio do Nubank e só pode ser usado para aplicações em Títulos Públicos Federais. […] Por isso, a NuConta é classificada como uma aplicação de baixo de risco”.

A abertura de contas será liberada nas próximas semanas, em fase de testes, inicialmente para clientes já existentes do cartão de crédito. A expectativa é que a novidade seja lançada para todos os usuários no primeiro trimestre de 2018.

Fonte: Tecnoblog